Fardos da vida

Existe aquele provérbio que diz que “Deus só lhe dá o fardo que você pode carregar”.

Sei lá… Atualmente, Deus deve estar tão ocupado, mas tão ocupado, e o mundo anda tão conturbado, aguerrido, confuso (aqui no Brasil então…), que não podemos esperar que Deus resolva por nós; cada um tem mesmo que encontrar em si a força necessária para superar as dificuldades.

Não interprete minhas palavras como uma blasfêmia, como um insulto à divindade. Na verdade estou afirmando que, se cada um dos que tem fé se aceitar como criatura divina, há de encontrar seus próprios recursos para encarar toda essa onda de dificuldade que está afogando a esperança de tanta gente.

Estou falando, claro, do nosso país. Claro, estou falando da gigantesca onda de descrédito que está levando de roldão a esperança do nosso povo.

Entendo essas pessoas.

A cada dia, somos informados de mais absurdos, de mais corrupção, de mais mentiras, e a situação está tão critica que realmente fica difícil imaginar-se uma solução.

Porém… amigos, problemas existem para serem resolvidos. Estão aí, aparentemente insolúveis, mas certamente solucionáveis.

Agora, para que a solução seja encontrada, é necessário, é OBRIGATÓRIO que cada um de nós, brasileiros, ou pelo menos aqueles que dispõem de meios para manifestar seu pensamento, reflitam, discutam, coloquem sua opinião.

No domingo passado, tivemos manifestações por todo o Brasil. A adesão foi pequena, face ao que já vimos antes… É, as pessoas estão desesperançadas.

Só que em alguma parte dessa história há de ter um futuro, e não podemos nos omitir.

Não é mais momento de lutas partidárias, de ser contra ou a favor do Partido A ou B… Isso aí é coisa para época de eleição.

O Partido agora é o BRASIL. É o futuro de nossos filhos, netos, sobrinhos, é o nosso próprio futuro. Não podemos admitir que a importância deste momento seja desqualificada, reduzida a uma questão partidária.

Corrupto é corrupto, em qualquer partido, em qualquer cargo, em qualquer momento. E o momento de passarmos nossa história a limpo é este, não haverá outro igual.

Portanto, vamos acolher a ideia de que somos fortes, vamos acolher a certeza de que podemos escrever a nossa História. Chega de ficarmos sentados esperando para ler uma história que está sendo escrita pelo poder.

Vamos acreditar que nossos ombros são fortes o suficiente para carregar este fardo até a solução final.

Deixe um comentário!