Magna Carta, a novela

daisyjun17

Assistindo ontem a um telejornal, vi a rainha da Inglaterra participando do aniversário da Carta Magna.

Ora, direis… e o que tenho eu a ver com isso? Quase foi esta a pergunta que também me fiz. Entretanto… impressionante, tem sempre um entretanto rondando a minha vida, mas, como eu ia dizendo… entretanto a minha curiosidade juvenil (en retard) manifestou-se e lá fui eu saber do que se tratava exatamente. Claro que em linhas gerais eu percebia alguma coisa, mas na essência estava desinformada.

O que diz a tal da Carta? Ah! Embora tenha sido escrita em latim, no bom português ela diz que o rei — no caso o rei John, da Inglaterra — deveria se limitar ao exercício da lei, e precisava eliminar da sua augusta cabecinha qualquer delírio de poder absoluto. O interessante é que foi o próprio quem a assinou. O próprio? Sim, o próprio João, e para quê? Para acabar com os tremendos embates que travava com o Papa e com os nobres ingleses.

Assinou. Assinou mesmo. E reconheceu que a soberania do rei tinha que se submeter aos procedimentos legais. Tinha que ser em 1215, porque nos dias de hoje cada um quer resguardar para si a maior fatia que conseguir enfiar nos bolsos. Isso, não só no Brasil, embora eu tenha que admitir que nas bandas de cá os bolsos são mais largos, profundos e gulosos… e desavergonhados, pois já não foi dito que “caixa dois todo mundo faz”? Aqui, em lugar de abrir mão de seus podres poderes, os poderosos fazem um ‘racha’ com seus aliados, e segue o baile.

É. A Carta foi festejada em seus 800 aninhos com eventos na Inglaterra, Canadá, USA, Nova Zelândia, ou seja; mundo afora. Aqui saiu na tevê, o mesmo canal da novela das nove, aquela que bate recordes de audiência, e apresenta os mais cruéis vilões da dramaturgia televisiva…

Na Inglaterra, criaram até roteiros turísticos culturais de três dias contemplando as dez cidades que participaram das discussões para a elaboração do documento. Mas aqui tinha mesmo que ser festejada no canal das novelas. Não havia lugar melhor.

Deixe um comentário!