Quarta história da série “Aprendendo com os Erros”

série “Aprendendo com os erros” – nº 04

Quem Tem Medo de Rejeição?

Empreendedores de variadas categorias têm dificuldade em “emplacar’ seus produtos ou projetos logo de início. Muitos deles desistem, outros continuam tentando ad eternum, outros, porém, redirecionam objetivos, fazem grandes ou pequenas correções.

Os que desistem nas primeiras tentativas claro está que não chegarão a ver realizações, coisa para perdedor “Puxa…isto não é coisa para mim, não tenho sorte, etc.

1Os que ficam eternamente tentando sem fazer um estudo de causas para rever e redirecionar planos também tendem a morrer na praia “ Meu projeto é assim e assim vai ficar, não mudo uma linha”. Outro perdedor.

Mas, existem aqueles que não se assustam diante dos primeiros fracasso, e tentam outras vezes, fazem novo estudo dos seus planos, mudam o que for preciso, mas insistem. Esses têm todas as chances, como aconteceu com:

Stephen King – mestre do terror e do suspense, que foi rejeitado 30 vezes, vivia na maior dificuldade, morava num trailer, era professor e complementava sua renda fazendo matérias free lancers para revistas masculinas . Depois da trigésima rejeição queria desistir, mas sua esposa o estimulou a continuar e ele apresentou “Carrie”…

Margareth Mitchell , autora de ‘O Vento Levou’, levou 38 recusas, na lata.

John Le Carré – autor de “O Espião que Saiu do Frio”, “O Jardineiro Fiel. Um dos editores lhe disse “Você não tem futuro”.

J.K.Rowling – teve muita dificuldade para conseguir publicar…!!!!!!!”Henry Potter”… !!!!!

Aliás, com relação à escritora, ela já era famosa quando escreveu sob o  alter-ego Robert Galbraith. O melhor é que uma das editoras aconselhou J.K. a fazer um curso de escrita…hahaha. Ela, já famosíssima, divulgou as cartas de rejeição. Vingancinha deliciosa…

Além desses, relembro aqui: Walt Disney foi demitido de um emprego por ser considerado “pouco criativo”.

E Einstein? Foi expulso de uma escola por ser considerado “lento de raciocínio”….. ? ? ? ?

E é a história de um vencedor que passo a lhes contar. Por quê?

Porque ele foi o Campeão das Rejeições.

Seu nome: JOHN CREASEY.

Nasceu em 1908 e morreu em 1973, na Inglaterra. Um dos mais populares escritores de romances policiais britânicos. Eu diria que é o Fernando Pessoa inglês, não pela semelhança de estilos, mas porque escreveu sob 28 diferentes pseudônimos.

Ah, mas não pensem que foi fácil – ele foi o campeão de rejeições por editoras, foram setecentos e quarenta e três (isto mesmo, 743). Somente na 743ª tentativa ele conseguiu publicar o seu primeiro livro. Mas depois disso, deitou e rolou, publicou quinhentos e sessenta e dois livros, dentre os quais inúmeros best sellers.

Eu gostaria de ser aquela famosa mosquinha só para ver a cara dos editores que rejeitaram…

Deixe um comentário!