Que Não Acabe em Samba

O Carnaval é uma boa época para reflexões. Talvez você não concorde comigo, afinal, é um período em que supostamente deixa-se a razão de quarentena e vive-se a emoção.

Isto é o que dizem, não foi o que assistimos neste último Desfile de Escolas de Samba no Rio de Janeiro.

Críticas muito duras e irreverentes a tudo o que estamos vivendo em nosso país, não pouparam ninguém – corrupção, lavagem de dinheiro, falta de consciência, todos os absurdos que vemos diariamente relatados pela mídia.

Isso é muito bom, porque confirma a minha impressão (ou o desejo) de que estamos nos tornando um povo mais informado, mais consciente em nossas escolhas.

E não só no nível de escolhas políticas – a reflexão repercute também para o lado pessoal, ninguém consegue ser reflexivo apenas num aspecto de sua vida.

De minha parte, estou aproveitando este tempo para rever a minha própria atitude, com o objetivo de me tornar uma pessoa melhor, mais tolerante, compreensiva e com mais compaixão.

Compaixão com o sofrimento alheio, aceitando que cada um tenha a sua própria maneira de viver e de fazer escolhas. Não vou dizer que seja fácil, normalmente temos sempre uma justificativa para nossas falhas. Percebo que muitas vezes o que escrevemos pensando que estamos escrevendo para outras pessoas, na verdade estamos enviando mensagens para nosso próprio Eu, cheio de incertezas e erros.

Sim, porquê não aproveitar a critica que fazemos ao outro e revermos a nós mesmos, nossos desejos, comportamento e atitudes?

Vamos fazer frutificar a nossa vida, para que quando olharmos ao longe não tenhamos a imagem de uma árvore cheia de galhos secos, e estou colocando a imagem justamente para que você perceba como é triste uma árvore seca, sem perspectiva de frutificação ou de floradas, que traga belas flores para enfeitar a vida.

São estes os meus votos, que você possa aproveitar tudo o que lê e assiste e traga para sua vida como ensinamento. De minha parte, não vou admitir que este Carnaval “acabe em samba” para mim mesma.

 

4 comentários

  • Daisy disse:

    Sinto que essa crise trouxe ao nosso povo um pouco mais de reflexão sobre a vida e maior disposição para manter-se informado, dentro de suas capacidades e percepções. Respeito mútuo, compaixão, tolerância e amor, é tudo o que estamos precisando. Parabéns pelo belo texto.
    > Claudia Campelo Alves

  • Daisy disse:

    Adorei! Aprendendo sempre. Bjo.
    > Ana Lúcia Cardozo

    >>Daisy Lucas: Obrigada pelo comentário , Ana Lucia. Bj

    Lindo o seu texto
    > Maria Manuela

    >>Daisy Lucas: Muito obrigada, Manu. Bj

  • Pedroom disse:

    Infelizmente, àqueles que nos manipulam também se tornaram melhores e mais conscientes de como usar também as novas mídias para perpetrar o golpe que assistimos em 2016. A manifestações que vimos no carnaval foram legais, mas não vão mudar nada…

Deixe um comentário!