De Culinária a Gastronomia

Na semana anterior contei a vocês uma dessas mágicas que o Face faz.

Não sei para você, mas para mim, o Face é de longe o que mais traz pessoas e lembranças do meu passado. Várias pessoas eu reencontrei e várias me reencontraram. Desta vez, como contei na semana anterior, foi minha amiga de tempos atrás, Maria Lúcia.

Continuando com a caraterística de nossos papos de tempos passados, o cunho foi político, e como nós não conseguimos mesmo chegar a um consenso porque ela está cada vez mais anarquista, (rs) mudamos o rumo da prosa e fomos parar em Costumes.

Rimos muito quando ela me lembrou quão feminista eu era, a ponto de dizer que só não queimava soutiens porque os meus tinham sido fruto de muito trabalho, sim, eram caros. E foi longe a desaforada, ainda acrescentou que eu tinha me transformado em “madame”. Bom, aí a coisa pegou fogo mesmo, porque se tem coisa que eu não sou e nunca fui (feliz ou infelizmente) é a tal da madame. Sempre trabalhei pra caramba, nunca tive tempo para ficar curtindo futilidades como, por exemplo, passar noites discutindo filosofia de bar – essa foi minha resposta a ela. Continuei – enquanto vocês estavam discutindo e nada resolvendo, eu estava resolvendo sim, a minha vida. Estudando, cuidando dos meus filhos, da minha casa, e por aí vai.

Ela retrucou, dizendo que isso todo mundo faz essas tarefas e ainda sobra tempo para fazer o resto. E segue dizendo – Eu, por exemplo, adoro cozinhar.

Para tudo! PARA – eu disse. – Como assim? Lembro bem que você achava o fim do mundo eu gostar de cozinhar. E que você e nosso grupinho do curso me diferenciavam por isto, achavam que “cozinhar” não combinava com quem queria ser intelectual.

Gente, aí eu tive que rir mesmo e vou aqui fazer um parêntese para o meu leitor jovem entender.

Houve um tempo em que as mulheres tinham que fazer tanto esforço para se igualarem aos homens que tarefas domésticas eram consideradas menores. Cozinhar então, nem se fala, havia mulheres que torciam o nariz. Mas a mim, sempre foi uma atividade que deu muito prazer.

Nesse tempo havia uns poucos programas na TV sobre Culinária (era como chamavam à época) sempre estrelados por mulheres. Os homens sofriam muita pressão antes, não bastavam ser machos, tinham que mostrar que eram machos…. Cozinhar? Era bem capaz de serem alvos de brincadeira dos amigos…

Ao que me lembre, depois da TV a cabo, foram acontecendo os programas com chefs famosos, e os homens….

Sim… os homens brasileiros que antes nem se davam ao trabalho de ajudar nas tarefas domésticas, começaram a cozinhar por hobby. Vejam bem… não estou falando do século XIX, estou falando dos anos 70… Verdade, guardadas aquelas geralmente honrosas exceções, os homens nada faziam em casa, a não ser ler jornal e, talvez, fazer compras de supermercado.

Os homens brasileiros começaram a seguir a trilha que a globalização e a TV a cabo abriram. Os que cozinhavam passaram a ser vistos como gourmets E acabou a característica doméstica da coisa.

Passou a ser chic.

Passou a chamar-se Gastronomia.

Ah… o que a mídia faz como os Costumes e com a Cultura é inimaginável, não é, minha amiga que agora “adora cozinhar”?

Enfim, continuamos nossas conversas e continuaremos sempre porque nossa amizade é muito maior do que nossa possível discordância.

Mas vou confidenciar a vocês o pedido de Maria Lúcia: – Não vai me transformar em personagem, né sua chata?

Sinto muito, minha amiga, JÁ É.

Só que preservei sua privacidade, pode continuar dizendo aos novos amigos que adora cozinhar porque esse texto não trata de você, trata de um personagem que nem tem o seu nome…


# FIQUEM EM CASA
# SE PRECISAREM TRABALHAR PROTEJAM-SE, COMO MANDA O FIGURINO
# CUIDEM-SE.

3 Comments

  • Denise disse:

    Fui a primeira a ler?Então,saída do forno,quentinha ainda!É,os hábitos e denominações mudaram. É a evolução!!!!!!

  • Terezinha Nascimento disse:

    Bom diaaaaaa feliz a todos!!!!
    Adorei e dei boas gargalhadas.
    Beijos

  • Daisy disse:

    >> Ricardo Ferreira
    É caso para dizer; Mudam-se os tempos, mudam-se os chefes kkkk

    >> Eurídice Perdigão
    Amei!!!
    Acho que depois da pandemia irei atuar na Gastronomia kkkkk. Não faço outra coisa…estou me aperfeiçoando, quem sabe!😘🥴🙏🏻💋

Deixe um comentário!