As Trilhas da Vida

– Está nas mãos de Deus… Como eu ouço isto.

As pessoas entregam seus problemas a Deus como se Ele não tivesse mais nada a fazer do que tratar de problemas pessoais. Bom, você pode chamar de Deus, se acredita em Sua existência, de Universo, ou dos tantos nomes que usamos para nomear as divindades.

Sim, vejo as pessoas entregarem e se acomodarem. Como se as coisas acontecessem por um passe de mágica.

É certo que quem tem fé entrega e desapega.

Mas não para de lutar pelo que está pedindo.

Não desiste de tentar com persistência e inabalável fé, mas com foco e determinação, lutando pelo que acredita ser possível.

Como uma pessoa poderia, por exemplo, aprender um idioma sem estudar? Como poderia construir sem usar pá, cimento, tijolos? Como esperar colher sem plantar as sementes? Como estabelecer bons relacionamentos sem se dedicar? Como pedir aos céus, se você mesmo não sabe para onde quer ir, se não sabe exatamente que caminho deseja percorrer?

Sinto muito, mas o tanto que vivi até hoje me mostra que sem foco, sem determinação, sem estar em sintonia com as energias boas que estão ao seu redor, não se chega a lugar nenhum.

E mais: tudo que depende de você acontece antes nesse imenso universo que é o seu cérebro, nessa gigantesca massa que são suas emoções. Por isso, antes de pedir aos céus, a Deus, ao Universo, procure destrinchar o seu desejo, identifique por qual estrada quer seguir, estabeleça uma visão clara do futuro que quer porque é para lá que você vai. Depois disso vá à luta, porque a qualquer distração você pode sair da estrada e pegar uma trilha que vai fazer você rolar ribanceira abaixo.

Portanto, minha mensagem de hoje é: Aproveite a sua chance de livre arbítrio, cuide do seu futuro como se cuida de um bebê recém-nascido, e trate seu passado com o mesmo carinho e gratidão que se deve tratar um ancião que já perdeu a capacidade de decidir, mas que ainda pode ser uma valiosa referência para os dias que virão.

E, então, seja feliz.

Deixe um comentário!