Vamos Tirar a Máscara?

Eu tenho uma amiga que faz muito tempo usa máscara EPI e, embora Bonnie seja brasileira de coração, é chinesa de nascimento e mora nos USA. É realmente uma cidadã do mundo não apenas porque viaja muito, mas porque conhece a “alma” dos povos e o “espírito” dos lugares.

Faz tempo viajamos em grupo e ela, diante de qualquer ajuntamento, mesmo pequeno, sacava sua máscara e a colocava sem o menor constrangimento, muito antes da Pandemia.

Para ser sincera nunca notei grande espanto por parte das pessoas nas diversas viagens dos mais diferentes países onde viajamos, mas os brasileiros sim, estes a olhavam com certa estranheza.

Entretanto, agora estamos todos mascarados como no Carnaval.

É… Estamos no mesmo “carnaval”, um carnaval sem alegria, e sem samba no pé, um carnaval sem multidões cantando e sambando, sem confete e serpentina, sem festa, sem batuque e sem pandeiro. Mas estamos todos mascarados e tenho eu a impressão que a máscara vai passar a fazer parte do nosso cotidiano daqui por diante.

Vai entrar na rotina e vai ter seu lugar marcado nas bolsas e nos bolsos, assim como a caneta e o batom.

Sim, estaremos todos usando máscara.

Máscara… segundo o dicionário, é uma peça que cobre parcial ou totalmente o rosto para ocultar a própria identidade.

Isto eu espero que não aconteça.

Ao contrário, bem que as pessoas poderiam aproveitar esse tempo passado no isolamento ou distanciamento social, como queiram, para rasgar suas máscaras.

Que máscara? Ora, não se faça de inocente, você nunca falou que fulano ou fulana eram “mascarados”? Certamente você não estava se referindo às EPI, mas as invisíveis – que os citados “mascarados” usam como artifício para esconder sentimentos, para tripudiar sobre o sentimento do outro, para tirar vantagem das situações. As máscaras que são usadas para esconder o verdadeiro “Eu”, para disfarçar verdadeiras intenções.

Outro dia ouvi uma pessoa dizer que não acredita que a Pandemia vá provocar mudança nas pessoas. Eu acredito. Espero que esteja “acreditando certo”.

E fico na torcida para que a máscara EPI incomode tanto aquelas pessoas “mascaradas” no outro sentido, que elas não suportem duas máscaras e desistam de uma.

Que fiquem com a EPI.

Quanto à outra? No título eu já dei o fecho, volta lá e lê.

# Fique em Paz
# Cuide-se

3 Comments

  • Rose disse:

    Parabens. Bora tirar às màscaras invísíveis e usar as que relamwnte nos protejam e respeitam aos outros

  • Daisy disse:

    Bonnie Braga
    >> Obrigada Daisy uso a Máscara sempre porque sou alérgica a fumo e tanto na Ásia como na Europa a maioria fuma na rua sem a menor consideração
    Nos voos para proteger dos espirros e pegar gripe porque sou muito sensível. Então agora usando a máscara para prevenção mas com distanciamento grande abrç

    Sônia Ramos
    >> As pessoas mascaradas “no outro sentido” devem estar se sentindo muito à vontade agora…

    Maria Tereza Rozeira
    >> Vc é boa de expressar seus sentimentos . Que presentão do Divino!🙏

  • Vania disse:

    No momento precisamos das máscaras cobrindo o nariz. Vejo muita máscara no queixo, ou seja aqueles q nao assumem nem a máscara nem a ausencia dela.

Deixe um comentário!