Meu Brasil

Ah, meu Brasil… te vejo como árvore que dá mil frutos, planta coberta de bandeiras de mil cores, culturas diferentes, tudo junto e misturado, esse é o meu Brasil, o Brasil que eu gosto, e do qual eu me orgulho.

O Brasil que não tem medo da divergência, que acolhe a todas as opiniões sem olhar a cor dos olhos, da pele, ou da bandeira.

Isso o que senti quando, em Nova Petrópolis, me vi diante desta lixeira.

Nas minhas andanças já vi muita lixeira – algumas apenas diferentes, outras bizarras, mas lixeira-jardim… só pode ser coisa de Nova Petrópolis, influência germânica, ruas limpas e povo rosado e feliz.

Ah, meu Brasil brasileiro… que todo o lixo que produzem por aí seja coberto de jardins, para que possam germinar as flores e os frutos.

Deixe um comentário!